O que são as Accelerated Mobile Pages (AMP)

Voltar
O que são as Accelerated Mobile Pages (AMP)

Não há como negar, o mundo de hoje em dia é mobile. Um estudo feito pela Sociomantic revelou que 79% de todo o tráfego da internet do Brasil é via dispositivos móveis. Cerca de 47% dos usuários utilizam o smartphone para navegar na internet. A ascensão dos mesmos está cada vez maior, em 2013 a penetração desses dispositivos no mercado nacional era de 53%, já em 2015 era de 90%. Esses números não vão parar de crescer e por esse motivo seu site precisa estar preparado para oferecer uma boa navegação dentro dessa experiência.

Conheça o AMP

Em primeiro lugar você precisa saber qual o objetivo do Google com o AMP. As Accelerated Mobile Pages têm como objetivo principal melhorar a experiência de navegação dos usuários de dispositivos móveis na web. Imagine a seguinte situação: entrar em uma loja e ficar esperando até que um vendedor apareça para lhe atender. Porém, já se passaram mais de 5, 10, 15 minutos e nada. Você abandona a loja e ainda fica irritado com a situação, correto? Com sites é a mesma coisa.

A diferença da loja para o site é que no ambiente online os usuários esperam questão de segundos para que seu site carregue caso o contrário eles o abandonarão. Um estudo feito pela Kissmetrics demonstrou que 40% dos usuários abandonam o site se ele não carrega em 3 segundos. Eis que surge o projeto Accelerated Mobile Pages. As páginas AMP são páginas HTML que utilizam diversas abordagens técnicas com o objetivo de melhorar a experiência do usuário oferecendo páginas mais leves e instantâneas.

Segundo o próprio Google, ainda no ano 2016 todos os sites que criarem páginas AMP tenderão a serem mais exibidas do que páginas sem versões AMP. Não existem restrições para as páginas, sites dos diversos nichos podem criar suas versões de páginas aceleradas.

Confira modelos de páginas AMP exibidas no resultado de busca do Google para o termo “Michel Temer”

FOTO AQUI

 

Páginas aceleradas possuem uma identificação muito simples, um símbolo de raio seguido do termo AMP. Isso indica que a página oferece uma boa experiência para o usuário, tanto em tempo de carregamento quanto em navegação pelo conteúdo.

Outro ponto interessante é a exibição em formato carrossel das notícias, se você preferir ir para a página seguinte basta um “deslize” para o lado e será exibida a próxima página. Isso conta muito em experiência do usuário, sendo que ele não precisa ter que voltar para a página de busca e escolher o próximo site.

 

FOTOS AQUI 

A sua página AMP ficará salva no cache do Google da seguinte forma: https://www.google.com.br/amp/g1.globo.com/politica/noticia/2016/10/temer-embarca-para-o-japao-apos-cupula-dos-brics-na-india.amp

Note que o primeiro endereço é o do Google, logo em seguida vem o do site principal. Sua página ficara salva no próprio cache do Google, o que torna o carregamento da sua página praticamente instantâneo.

A chegada da AMP tende a ser um projeto muito benéfico para a maioria dos usuários de dispositivos móveis e para os donos de diversos sites. Procure se adequar a essa novidade do Google. Confira um pouco mais sobre o projeto clicando aqui.

Imagens relacionadas

Voltar
Carregando...
Top